jump to navigation

Xavante de Marãiwatsédé (assina petição) Março 29, 2013

Posted by paulo jorge vieira in activismo, geografias.
Tags: ,
trackback

maraiwatsede1

(aqui vos deixo um email recebido de um colega geógrafo, professor na Universidade Federal de Mato Grosso, sobre a situação do povo Xavante de Marãiwatsédé nomeadamente em torno de problemas de saúdes que afectam as crianças deste população indígena. não esqueças de assinar a petição aqui.)

Olá,

Como alguns já sabem, estou trabalhando na UFMT, na cidade de Barra do Garças. Apesar da presença constante de indígenas Xavante na cidade, o preconceito dos não-índios para com eles aqui é enorme. Tive a oportunidade de conhecer a Terra Indígena Marãiwatsédé, juntamente com o professor e amigo Magno Silvestri e um grupo de alunos nossos. Essa terra foi palco de grandes e recentes conflitos com posseiros que, no final do ano passado, foram retirados de lá pelo poder público, e devolvida ao povo Xavante após 40 anos de reivindicação e intensas mobilizações dos movimentos sociais.
Contudo, atualmente, os indígenas sobrevivem em condições precárias, uma vez que a água dos seus rios estão poluídos e suas terras foram devastadas. As crianças apresentam sinais de desnutrição, e, na semana passada, mais duas crianças morreram de diarréia, desnutridas e com sinais de desidratação. Para mim, a pior parte dessa história é que uma das crianças era o filho de um ano de idade de Cosme Rite, liderança na aldeia, professor, filho do cacique e o mais novo amigo que fiz por aqui. Acompanhei, ainda que a distância, por um mês, a luta do amigo Cosme no tratamento do seu filho, quando este ia de cidade em cidade, de hospital em hospital, em busca de ajuda para a saúde do filho, que sofria até então de uma simples diarréia.
Quem hoje, no ano de 2013, consegue aceitar que uma criança morra de diarréia, desnutrição ou desidratação no Brasil? Pois bem, diante desse cenário, entramos na luta com nossos irmãos Xavante, para que consigamos – juntos – mostrar ao mundo que a dignidade não é conquistada unicamente com um pedaço de terra, mas pode ser atingida em sua plenitude quando todos respeitarem o próximo e derem fim aos preconceitos.
Nesse sentido, elaboramos uma petição pública que está no link a seguir, e pedimos encarecidamente que nos ajudem nessa luta em Solidariedade ao povo Xavante de Marãiwatsédé, assinando-a (não leva mais que 5 minutos) e divulgando entre os seus contatos. 
 
Estamos organizando também um ato público, que acontecerá na semana que vem, aqui na UFMT de Barra do Garças, para darmos início a uma série de mobilizações que pretendemos fazer na cidade, focando o fim do preconceito ao indígena.
 
Conto com a colaboração de todos vocês. Muito obrigado!
M.
matas2
Advertisements

Comentários»

1. sonia - Março 29, 2013

Excelente iniciativa, continue informando e se precisar de apoio, farei o possível.

2. Thais - Abril 9, 2013

Estou com vcs nessa! Não podemos deixar que essa cultura xavante morra… Sou do jornalismo e pode contar cmgo de corpo e alma nessa luta !

Thais Secco


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: