jump to navigation

(pmr) tu Maio 7, 2015

Posted by paulo jorge vieira in Jorge Christina Alves, poemas.
Tags:
trackback

arrabida

Hoje o dia corre devagar.

E o poema és tu.

Duro na presença.

Quente no corpo.

Carinhoso na voz.

Doce na língua.

O poema és tu!

(Jorge Christina Alves 25*03*2015)

Comentários»

1. João Roque - Maio 7, 2015

Muito belo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: