jump to navigation

o magnífico arco para iniciar o poema Fevereiro 28, 2016

Posted by paulo jorge vieira in literatura, Uncategorized.
Tags: ,
trackback

disp

 

“Quantos metros quadrados de terreno te separam do ódio, ou do elogio? 

No entanto sabes que a lâmpada acesa é o farol para quem se aproxima da casa. 

Depois, o tiro na têmpora. O corpo dobrado, o sangue alimentando o coração surdo da terra.

O magnífico arco para iniciar o poema.”

 

Al Berto, “Dispersos”, Assírio e Alvim, 2007, pp.39

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: