jump to navigation

uma memória toda retorcida pela sensibilidade Março 6, 2016

Posted by paulo jorge vieira in literatura, livros, Uncategorized.
Tags: ,
trackback

IMG A Gata e a Fábula_0007.jpg

Descobrira-se uma memória toda retorcida pela sensibilidade, positiva ou negativa, e ficavam-lhe vivos nos sentidos certos olhares, certos gestos, certas palavras, certos «fazer-de-conta», certos assomos de rebeldia, certas perplexidades de que ele, na devida altura – mísero humano de compreensão lenta e ciência comum -, não adivinhava o alcance e a consequência. Mais tarde, sempre se espantava de ter olhado sem se ver o que já havia indicativo nas reacções previas, e então percebia como o subconsciente agira indeliberado e se revelava sábio e quase divino no seu poder de adivinhação.

“A gata e a fábula”, Fernanda Botelho, Contexto, 1987, 5ºedição, pp.155-156

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: