jump to navigation

queerizar o cânone luso-afro-brasileiro Setembro 13, 2018

Posted by paulo jorge vieira in Uncategorized.
trackback

cover_issue_10270_pt_BR

 

Foi recentemente publicado o número 33 da revista Via Atlântica cujo dossier temático é intitulado “queerizar o cânone luso-afro-brasileiro” sendo organizado por Alda Lentina, Fernando Curopos, Mário Lugarinho e Paulo Pepe.

Como referem os organizadores “neste volume, apresentamos a queerização de obras e seus criadores canónicos, ou ainda a ressureição de obras e autor@s esquecid@s e outr@s
minoritári@s, sem nenhum critério preconcebido, temática explícita ou biografia de autor, preferindo à celebração de uma diferença a insinuação de uma dúvida constante, a erosão insaciável, lúdica e política, das fronteiras convencionais entre homo e heterossexuais. Afinal, as práticas queer são o reflexo de uma resistência à homogeneização cultural, uma resistência mais firme perante os regimes da normalidade, nomeadamente a heteronormatividade, já que considerar ainda hoje a heterossexualidade como uma evidência comprova a força do pensamento straigh.”

 

Dossiê 33: Queerizar o cânone luso-afro-brasileiro

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: