jump to navigation

Geographies of Sexualities (Call for Papers: Special Issue of the Journal of Lesbian Studies) Outubro 25, 2018

Posted by paulo jorge vieira in academia, geografias, geografias das sexualidades, geographies of sexualities, lgbt no mundo, teoria e epistemologia da geografia, Uncategorized.
Tags:
add a comment

Call for Papers: Special Issue of the Journal of Lesbian Studies

Geographies of Sexualities

 

Guest Editor: Emily Kazyak

Email address: ekazyak2@unl.edu

Abstract deadline: November 1, 2018

Questions of geography, space, and location are integral to sexuality scholarship.  For instance, scholars have asked: How do LGBTQ+ identities, communities, and activism form in cities? How are rural areas, contrary to popular assumptions, also spaces where LGBTQ+ identities, communities, and activism occur? What role do LGBTQ+ neighborhoods play in the changing nature of cities? How do LGBTQ+ people build intentional communities? How does gender matter insofar as the migration patterns and residential choices for lesbian women and gay men often look different? How do race, class, and gender matter in LGBTQ+ urban spaces? More global and transnational perspectives open up questions including: How does migration matter for the ways in which people make sense of their sexuality? How do sexuality and gender identity inform the processes of seeking asylum? How do the categories, identities, and forms of activism that exist in one context or country not always translate to another context or country?

The goal of this special issue is to build on this scholarship and illuminate why it continues to be important for sexuality scholars to interrogate questions of geography, space, and location.

Contributors are asked to consider how binaries related to space, location, and geography inform understandings of sexuality and matter to the identities and experiences of lesbians. For instance, how are binaries such as urban/rural, private/public, center/border, South/North, migrant/native, global/local, salient?

Contributors may also interpret the theme of spaces more broadly and think about how sexuality matters and how the identities and experiences of lesbians matter in or are shaped by a variety of contexts, including but not limited to: families, schools, online communities, courtrooms, LGBTQ+ neighborhoods and communities, and pride parades.

The Journal of Lesbian Studies is an interdisciplinary journal and the special issue invites contributions from scholars in multiple fields and scholars using multiple methodologies and theoretical frameworks to understand the intersections of geography and sexuality.

Submit abstracts of 200-250 words, and a 2-3 page CV, to Emily Kazyak at ekazyak2@unl.edu by November 1, 2018. Acceptance notifications will be sent by December 1, 2018, and completed manuscripts are due March 1, 2018.

Anúncios

(np) excesso comunicacional Outubro 18, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

43164504_10216718974863870_562354301586898944_n

 

(notas sobre um hiper dia de visibilidade virtual e comunicacional)

Algures num dos seus livros Byung-Chul Han escreve sobre jardins e a paixão da terra e das plantas.

“Eu sou diferente; estou cercado de aparelhos analógicos: tive dois pianos de 400 quilos e por três anos cultivei um jardim secreto que me deu contato com a realidade: cores, aromas, sensações… Permitiu-me perceber a alteridade da terra: a terra tinha peso, fazia tudo com as mãos; o digital não pesa, não tem cheiro, não opõe resistência, você passa um dedo e pronto…”

Tenho que descobrir em que livro de Han anda esta ideia centrada na necessidade premente de uma ligação à terra, à vida. Pessoalmente ando mesmo com esse desejo. Um desejo intimo de partilha com a terra, de fechamento à virtualidade em que aparentemente nadamos, mas onde na realidade nos afogamos um pouco todos os dias.

Cansado. Aborrecido. Desgastado com o excesso de expressão e exposição mediática/comunicacional sinto cada vez mais essa necessidade de fechamento, de criar ausência na esfera virtual e reganhar presença num mundo real, palpável e materializado como o do jardim secreto do filósofo… ou – no meu simples mundo –  a  coleção de carnudas.

Provavelmente bem mais interessante do que milhares de clicks é a minha capacidade premente e urgente de usufruir das páginas de um livro, do ato de escrever umas notas no meu caderno, da corrida por uma avenida na cidade, ou de cuidar das minhas plantas.

Estes dias mais do que duros, têm sido clarividentes sobre o que não quero, o que não desejo para mim. E isso significa, antes de tudo, um (re)olhar do modo como estou na esfera pública!

43055716_10216718977983948_7629977962183393280_n

(np) caminho Outubro 2, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: ,
add a comment

faial

O caminho. O desejo do caminho que pretendo trilhar. Um desejo toldado pela incapacidade crónica do (in)sucesso. O desejo das coisas pequenas expressas em palavras e em textos nascidos em lágrimas vertidas. Um caminho de dificuldades e de textos perdidos nos documentos abertos no computador. Um caminho que não consigo trilhar na tristeza sem fim que me inunda em momentos tão intensos. Esta incapacidade é antes de mais um frêmito de fascínio e insegurança para com a palavra, um t(r)emor que vou enfrentando dia a dia. Um caminho que, ainda assim, não deixo de fazer. E que quero continuar a percorrer. O caminho… o caminho da palavra.