jump to navigation

(np) um dia, um poema Novembro 21, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

Night-Grove1

Um dia. Um livro de poemas. Uma pausa de almoço indubitavelmente marcada pelo poema que li. E reli. Só o poema me alimentou neste dia. Um dia. Um dia tranquilo. Um dia de poemas.

(np) excesso comunicacional Outubro 18, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

43164504_10216718974863870_562354301586898944_n

 

(notas sobre um hiper dia de visibilidade virtual e comunicacional)

Algures num dos seus livros Byung-Chul Han escreve sobre jardins e a paixão da terra e das plantas.

“Eu sou diferente; estou cercado de aparelhos analógicos: tive dois pianos de 400 quilos e por três anos cultivei um jardim secreto que me deu contato com a realidade: cores, aromas, sensações… Permitiu-me perceber a alteridade da terra: a terra tinha peso, fazia tudo com as mãos; o digital não pesa, não tem cheiro, não opõe resistência, você passa um dedo e pronto…”

Tenho que descobrir em que livro de Han anda esta ideia centrada na necessidade premente de uma ligação à terra, à vida. Pessoalmente ando mesmo com esse desejo. Um desejo intimo de partilha com a terra, de fechamento à virtualidade em que aparentemente nadamos, mas onde na realidade nos afogamos um pouco todos os dias.

Cansado. Aborrecido. Desgastado com o excesso de expressão e exposição mediática/comunicacional sinto cada vez mais essa necessidade de fechamento, de criar ausência na esfera virtual e reganhar presença num mundo real, palpável e materializado como o do jardim secreto do filósofo… ou – no meu simples mundo –  a  coleção de carnudas.

Provavelmente bem mais interessante do que milhares de clicks é a minha capacidade premente e urgente de usufruir das páginas de um livro, do ato de escrever umas notas no meu caderno, da corrida por uma avenida na cidade, ou de cuidar das minhas plantas.

Estes dias mais do que duros, têm sido clarividentes sobre o que não quero, o que não desejo para mim. E isso significa, antes de tudo, um (re)olhar do modo como estou na esfera pública!

43055716_10216718977983948_7629977962183393280_n

(np) caminho Outubro 2, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: ,
add a comment

faial

O caminho. O desejo do caminho que pretendo trilhar. Um desejo toldado pela incapacidade crónica do (in)sucesso. O desejo das coisas pequenas expressas em palavras e em textos nascidos em lágrimas vertidas. Um caminho de dificuldades e de textos perdidos nos documentos abertos no computador. Um caminho que não consigo trilhar na tristeza sem fim que me inunda em momentos tão intensos. Esta incapacidade é antes de mais um frêmito de fascínio e insegurança para com a palavra, um t(r)emor que vou enfrentando dia a dia. Um caminho que, ainda assim, não deixo de fazer. E que quero continuar a percorrer. O caminho… o caminho da palavra.

 

… escrever… Julho 6, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, literatura, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

yinmn_blue_-_cropped-e1467992368580.jpg

“Como em todas as manhãs que acordo em casa para aí permanecer, há um pássaro que me transporta: uma ideia nasce, uma visão, um sentimento, depois não sou senão um outro ser que coincide comigo. Corporalmente me vejo escrevendo sem cessar, quer dizer, participando do eterno através da minha pulsão eterna de anotar, de receber companheiros que se levantam do nada, de escrever.

Maria Gabriela Llansol, “O Azul Imperfeito – Livro de Horas V (Pessoa em Llansol), – entrada de 19 de Fevereiro de 1977, sábado -, pp. 35/36, Assírio & Alvim, 2015.

livro de horas

(np) um dia Julho 2, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags:
add a comment

gato-dor-1

um dia quem sabe o caminho será diferente.

inscrevo o corpo em pequenos pedaços de vida.

hoje enquanto empurrava aquele peso para uma linha de horizonte inusitada, hoje enquanto suava o meu corpo sentia a força de que é capaz de transformar-me em algo diferente.

hoje vou sonhando, vou vivendo o que espero seja mais um dia.

 

(np) quero endorfinas! Junho 18, 2018

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

1404426128717

 

Segunda feira. Começa aziaga e azarada. A ressaca de sábado continua. Estou mesmo velho para noitadas.

E… por isso a segunda feira começou toda ao contrário: faltei ao treino. Se parece algo simples, é na realidade uma falha no meu (restrito) horário pessoal que me torna azedo e angustiado.

Começar bem a semana, é começar com um treino que promova a descarga de adrenalina e endorfinas necessária a enfrentar o dia. Isso não aconteceu. Vou andar ligeiramente “irritado” durante o dia!

 

a folha branca Dezembro 14, 2017

Posted by paulo jorge vieira in diário.
Tags: ,
add a comment

writing

o simples acto de olhar para a folha branca vazia e sentir a vontade de escrever provoca em mim um misto de ansiedade, insegurança e fulminante desejo. a folha vazia tem sido a minha pior inimiga e a mais fulgurante fonte de desejo da minha vida. essa folha vazia que ontem enfrentei sem medo. a folha vazia do desejo. a folha vazia do esforço e do empenho.

(np) o fervor (e o terror) da mudança Agosto 4, 2016

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags:
1 comment so far

mudancavida.jpg

 

a premência de mudanças anda a contaminar-me.

se isso tem o lado bom de nos obrigar a melhorar, tendo em conta os nossos objectivos pessoais, por outro lado cria continuas pressões emocionais que nem sempre são positivas.

mas a verdade é que não consigo parar de tentar mudar. cheio de fervor mas também de terror.

a minha única regra nestes últimos meses é que acontecem lentamente e um passo de cada vez.

estou quase quase a dar mais um passo difícil neste ano das mudanças. este será um complicado. e precisarei de toda a força pessoal (e dos que me rodeiam) para poder levar avante este passo mais. mas sei que vou conseguir.

e da dor e da revolta Junho 14, 2016

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: ,
add a comment

APTOPIX Mideast Israel Nightclub Shooting Florida

 

entre a dor e a revolta fica a necessidade de nos pensarmos como seres que devem continuamente lutar contra todas as formas de discriminação e opressão. só assim vale a pena.

toxic Fevereiro 1, 2016

Posted by paulo jorge vieira in diário, Uncategorized.
Tags: ,
3 comments

galan-toxico-with-flowers-by-roixes-cayo-ponce1

na nossa vida existem por vezes pessoas, situações, momentos profundamente e intimamente tóxicos. ando em limpeza. para isso preciso de tempo, de alguma assertividade, e de muita paciência.